Hospedagem no Sesc, como fazer?

O que pude perceber todas as vezes que minha familia viajou para um Sesc, é que existe um período de agendamento e, dependendo da unidade, um sorteio das vagas.

Há demandas e demandas, diferentes entre si. Conseguir reserva no Sesc Bertioga em São Paulo nunca é muito fácil, mas já conseguimos algumas vezes. Lá é um tipo de unidade que sorteia as vagas do período solicitado.

Da mesma forma aconteceu com o Sesc Goiás, que sorteou e ficamos uma semana hospedados num complexo de lazer muito bom. E barato, muito barato, com pensão completa. Mas não foi no primeiro ano que conseguimos a vaga lá, tentamos uma vez, não rolou, tentamos a segunda e deu certo.

Agora, no próximo feriado de 7 de setembro, conseguimos, rapidamente, vaga num Sesc do Rio de Janeiro na região serrana. Achei extraordinário conseguir a vaga assim “vapt-vupt”, vamos ver o que nos aguarda lá.

Em contrapartida, o Sesc Copacabana não tinha mais nada de hospedagem para os dias 10 e 11 de setembro, vamos ter que nos virar na cidade carioca. Gente acostumada ao Sesc se sente um pouco órfã quando tem que ir para um lugar mas não consegue ficar numa unidade.

Depois conto como foi no Rio de Janeiro.

Inté.

About these ads

11 Respostas para “Hospedagem no Sesc, como fazer?

  1. Bom dia

    Gostei mto do blog e sou sesqueira como você. Até hoje nunca me decepcionei com nenhuma hospedagem. Eu e meu esposo conhecemos: Sesc Nogueira (Petrópolis – já fomos algumas vezes), Sesc Guarapari (Espírito Santo), Sesc Grussaí (tb conhecido como Sesc Mineiro – a comida deixou a desejar), Sesc Friburgo, Sesc da Praia Formosa e no último ano fomos a Guaxuma em Alagoas, que para nós foi a melhor viagem em todos o sentido e o melhor suporte de hospedagem até hoje. Descobri seu blog, porque estávamos pretendendo ir para Iparaná, mas já desistimos. Sempre que tiver novas experiências, escreva por favor.
    Att

    • Oi Angelica, que bom que gostou do blog, a intenção é tentar ajudar as pessoas para que viajem com segurança do que vão encontrar pela frente. O espaço está aberto, se quiser colocar suas impressões, fique à vontade, use o espaço. O Iparana, no Ceará, de fato, não atende tão bem o público como deveria, ou, em comparação aos outros, fica muito a desejar. Abraços e obrigada!

    • Angelica, o sesc iparana no ceara,passou por uma reforma no restaurante dos hospedes( ficou otimo) e quanto as acomodaçoes , se vc conseguir ficar nos apt dos hotel sao otimos, se nao os chales e os apt standart sao razoaveis,possuem ar,tv, frigobar e cama box, já as acomodaçoes das casas nao sao boas pois nao possuem tv nem ar. Vale a pena conhecer …bem pertinho de fortaleza e da praia do cumbuco.

  2. Olá!
    Legal a idéia de transmitir as aventuras pelos Sescs do Brasil.
    Eu e minha família (esposa e filho) estivemos em 05 Sescs sendo eles por ordem cronológica: Sesc Caldas Novas – GO, Sesc Bertioga – SP, Sesc Praia Formosa – Aracruz – ES, Sesc Florianópolis – SC e recentemente Sesc Grussaí – RJ, todas as viagens optamos por fazer de carro (somos do interior de SP), pois gostamos de conhecer todos os tipos de novos lugares.
    Fazendo uma avaliação pessoal relato o que achamos desses que conhecemos:

    Sesc Caldas Novas – GO: muito bom, comida excelente, muito variado o cardápio (tudo incluso na hospedagem), internet livre a vontade, ninguém precisa pagar para usar, as piscinas em sua maioria são aquecidas, estacionamento interno grátis, a cidade é muito interessante para se conhecer entre outros atrativos, atendimento nota 10.

    Sesc Bertigoda – SP: Esse fenomenal, acredito ser o melhor de todos que existem, muito lindo, a comida é excelente, cardápio variado, acomodações ótimas, atendimento nota 10, O ÚNICO INCONVENIENTE É QUE NÃO É FACIL CONSEGUIR SE HOSPEDAR LÁ.

    Sesc Praia formosa – Aracruz – ES, muito bom, no que se refere a piscinas, é o campeão, tem muitas piscinas, toboáguas que em nenhum outro tem, a alimentação apesar de ser muito regional é razoável (diária completa), mas é boa, a localização é extrema (pra quem vai de carro), uma viagem de mais de 1.000 km para ir, literalmente uma aventura muito legal, estacionamento dentro do Sesc, as cidades em volta são muito boas para se conhecer, atendimento nota 10.

    Sesc Florianópolis – SC, esse é dos que nós já fomos o menor, a praia fica em frente, porém imprópria para banho, se quiser ir numa praia tem que andar muito (de carro), a cidade é linda, sem comentários, tem a famosa ponte Hercílio Luz, um verdadeiro cartão postal, nessa viagem aproveitamos e fomos no Parque Beto Carreiro que fica uns 90 km do Sesc, a alimentação é razoável, (meia pensão), atendimento nota 10.

    Sesc Grussaí – RJ, esse apesar de se chamar Sesc Mineiro, embora esteja no estado do RJ, de mineiro não tem nada, percebi que o pessoal que frequenta em sua maioria é do estado do RJ, lá a diária só contempla café da manhã, que por sinal é o pior de de todas que já estive, o almoço e o jantar tem um cardápio reginal, mas não é um cardápio mineiro, mas um cardápio que só carioca come, fizeram até feijão tropeiro com feijão preto, algo inusitado, teve dias de eu comer só salada pois o que estava sendo oferecido não agradava ninguém da minha família, cade a comida mineira??.
    Nesse Sesc a internet é paga, a comida é paga e não é preço de Sesc, é preço de restaurante normal, bebidas também são caras, a praia é longe do Sesc, o estacionamento é fora, tem uma atração que é o trem “maria-fumaça” todo original, o passeio é muito curto só dentro do Sesc, só se vê mato.
    Esse eu não pretendo voltar, infelizmente.

    Pretendo ir ao Sesc Pantanal ainda esse ano…..

    Rogério

    • Rogério, que delícia ler seu email! Gosto muito de devolutivas imparciais, racionais, desapaixonadas e sinceras. Das unidades que lista conheço as três primeiras e concordo com o que relata. Sobre Caldas Novas tenho ressalvas com relação ao serviço de salva-vidas, que toda hora que eu olhava estavam falando ao celular. Não acho atitude apropriada para essa profissão. E a programação cultural também deixa a desejar porque depois de dois anos sem ir à Caldas Novas voltamos em 2013 e a programação era a mesma, creia. O mesmo passeio das lanterninhas, a mesma sessão de filmes, a mesma oficina… Mas tenho certeza que estou entrando em detalhes demasiadamente específicos, no geral a unidade é linda e deliciosa, muito bem organizada. São detalhes, e aqui concordo, detalhe de gente chata como eu.

      Bertioga é um caso à parte. É a melhor unidade de turismo do Sesc, só digo isso. E como muuuita gente sabe disso, faltam datas disponíveis pra todo mundo que pede estadia lá. Resolvemos isso (minha família e eu) alugando uma casa que fica a 200 metros do Sesc, e um aluguel bastante razoável, de 150 reais (mais ou menos) por dia. E cabem duas famílias. E daí compramos os ingressos no sistema balneário e passamos 10 dias de férias todo ano no Sesc Bertioga. Enfim, é o que dá quando não somos sorteados.

      O Sesc da Praia de Formosa, no ES, é uma unidade, ao meu modo de ver, que atende espetacularmente famílias com crianças pequenas e nem tão pequenas assim. Os brinquedos tem boa manutenção, a água da piscina é limpa, tudo muito bem cuidado. O jardim japonês lindo de morrer, o mirante. São muitos passeios especiais. Achei engraçada a arquitetura do local, a impressão que tive do local do café da manhã era de um templo evangélico. mas isso são devaneios meus, internos, que achei graça nos prédios de eventos da unidade.

      Bom contar com sua presença no blog, volte sempre, relate suas viagens, assim enriquecemos o blog com informações. E se quiser, pode mandar fotos das duas últimas unidades, crio um post sobre suas impressões.

      Abraços!

  3. Pessoal, boa tarde!
    Também tenho ido a vários hotéis do Sesc e a intenção é conhecer todos!
    Já fui ao Sesc Torres, Sesc Blumenau, Sesc Caldas Novas, Sesc Matinhos, Sesc Poços de Caldas, Sesc Maceió e Sesc Aracruz. Agora em janeiro vou para o Sesc Guarapari.
    De todos eles, o mais simples que achei foi o de Poços de Caldas, que precisa de uma reforma urgente!!! E não tem pensão completa, só café da manhã. Já o Sesc Blumenau, oferece café da manhã e jantar.
    Os melhores que achei até agora foram Torres, Maceió e Caldas Novas…
    – Torres – quartos e refeições boas! Fiquei num quarto com a varanda de frente para o Rio que desemboca no mar. Nesse quarto tinha até hidromassagem! Muito boa a hospedagem. Eles têm vans que levam os hóspedes para as praias e buscam.
    – Sesc Blumenau – quartos ótimos e refeições razoáveis! Uma grande piscina e um salão de jogos, entretanto, a parte de recreação é fraca!
    – Sesc Caldas Novas – quartos muito simples, mas amplos. Estrutura muito boa e refeições razoáveis.
    – Sesc Matinhos – hotel novíssimo e com ótimos quartos. Refeições boas. Lazer razoável!
    – Sesc Poços de Caldas – quartos que merecem reforma e café da manhã muito simples. Boa localização.
    – Sesc Maceió – os chalés são ruins, muito apertados e quentes. Os apartamentos são ótimos e amplos. Recreação fraca! Lazer e refeições razoáveis.
    – Sesc Aracruz – fiquei no prédio recém inaugurada, então quarto muito bom e novo! Lazer muito bom! Refeições razoáveis!!!

    • Olá Daniela, obrigada pela postagem valiosa! O atraso na publicação se deu por viagem minha ao Sesc Bertioga agora em janeiro. Acho muito pertinente suas colocações e concordo com o que fala sobre o Sesc Poços de Caldas, acho que ele é de um nível bem razoável, médio, simples, básico. Mas acho, em contrapartida, que o Sesc Caldas Novas atende muito bem aos hóspedes, entretanto, há diferentes tipos de hospedagem, quartos que não tem TV (por exemplo) e sem ar-condicionado (outro exemplo). Mas há blocos com hospedagem bastante boa, mas para 4 ou mais hóspedes. É o primeiro bloco de apartamentos. E acho a área de lazer bastante boa e bem cuidada (as piscinas), mas o tobogã é meio pífio e os guarda-vidas mantêm um tom meio ‘burocrático’ com os hóspedes (e não saem do celular). Agradeço muito suas considerações sobre as unidades e queria muito que voltasse ao blog com suas impressões, valiosas, sobre seus passeios pelos Sesc’s. Abraço!

  4. Bom dia a todos, achei muito legal este blog e também muito esclarecedor, estão todos de parabéns, mas vamos lá, eu gostaria muito de utilizar este serviços oferecidos para os associados do Sesc, porém não sei como devo fazer, alguém poderia me dar algumas dicas, como solicitar reserva, sou de São Paulo e eu e minha familia { ( esposo + 02 filhos (5 / 3 anos )}, gostariamos de aproveitar deste benificio, mas nem sei por onde começo
    Obrigada a atenção

    • Oi Silmara, desculpe a demora em responder e aprovar seu comentário, estava fora do país. Vc deve se encaminhar á unidade do Sesc mais próxima da sua casa com um holerite seu ou do seu marido para que eles possam te dizer se vcs se encaixam na categoria comerciário ou usuário. Para isso tem q saber se a empresa que vc ou ele trabalham está no ramo do comercio. Se vc ligar em alguma unidade também te atenderão, mas para efetivar a confecção das carteirinhas, tem q ir na unidade mesmo. abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s