Sesc Bertioga – SP – Como passar o dia no balneário

Visitei o Sesc em Bertioga, cidade do litoral paulista, do dia 2 até 8 de janeiro de 2012, diariamente, no sistema balneário. O que é isso? É uma forma de passar o dia na unidade, sem estar hospedado, com direito a almoço e acesso completo a todas as dependências da unidade. O café da manhã e o jantar não estão incluídos.

Para conseguir ingresso para o balneário não adianta ir no próprio dia e tentar comprar, estão todos esgotados. A venda desses bilhetes começa 30 dias antes da data pretendida e estão disponíveis exclusivamente na rede Sesc, em qualquer unidade. Não tenho certeza se vende pela internet (mas acho que não).

Como nessas férias não conseguimos ser sorteados para ficar hospedados DENTRO do Sesc, optamos em alugar uma casa próxima e ir todos os dias para a unidade passar o dia. Para tanto, compramos todas as entradas com a devida antecedência, afinal estávamos em onze pessoas, e nada podia dar errado, pois, desse total, seis eram crianças ávidas por curtir as piscinas e brincadeiras prometidas.

Apesar de já ter os ingressos comprados, quem chega ao Sesc Bertioga precisa esperar numa fila para pegar as pulseiras coloridas de identificação. Talvez fosse bom se o Sesc repensasse essa estratégia, porque perde-se uns 30 ou 40 minutos num esquema que poderia ser agilizado, como o envio das pulseiras pelos Correios, antecipadamente. Algumas pessoas iam esquecê-las em casa? Certamente, mas uma parcela grande não, e o público que esperaria pela tal pulserinha seria bem menor.

Outro senão do esquema balneário: o horário da saída (talvez 18h ou 19h, não recebemos uma informação única) poderia ser estendido até as 23 horas, mesmo sem o jantar, para que pudessemos apreciar a programação noturna na lanchonete. Por que digo isso? Porque estar lá, ver a montagem da encenação teatral, ver a passagem de som do show da noite, ver a qualidade enão poder ESTAR LÁ é cruel demais com o público.

Tenho certeza que poucos (será?) visitantes do esquema balneário ficariam até a noite, até porque muita gente viaja para passar o dia somente, mas fica a dica para um teste se o Sesc um dia pretender estender a permanência das pessoas que estão lá somente passando o dia.

Ah, os preços são mais que convidativos: para os comerciários, paga-se apenas R$ 21,00 (adulto) e crianças até 5 anos não pagam nada.

Inté

About these ads

14 Respostas para “Sesc Bertioga – SP – Como passar o dia no balneário

  1. O Sesc Berioga, é muito bom, vc se esqueceu de falar da qualidade da comida e das atividades. Como ja estive lá posso dizer que é muito bom.
    Concordo que se perde muito tempo esperando para entrar; com os ingressos comprados anteriormente, poderia se pensar em entregar as pulseiras junto com os ingressos. O pior é a noite, qdo temos que sair e deixar os shows, se m assisti-los. O Sesc poderia pensar em um ingresso diferenciado para quer quer permanecer mais tempo na unidade, não é mesmo ?
    Um abraço
    Sonia

    • Oi Sonia, concordo com vc, poderia ter um ingresso diferenciado para quem quer ficar à noite, embora eu ache que a questão do Sesc não seja financeira, mas logística mesmo, de não ter como abrigar no espaço da lanchonete os hospedados + os do sistema balneário, que são 300 por dia. Não é um número pequeno, mas se pensarmos em uma pulseira diferente para os ‘balneário noturno’, poderia ser uma pequena parte desses 300. Enfim, desejos nossos, de usuários da unidade… Quanto à alimentação do Sesc já analisei num outro post, acho que do ano passado, em que faço um baita elogio, mas lembrando que, para quem não come carne, tem poucas opções. Vou fazer outros posts sobre essa minha volta ao Sesc Bertioga, para falar sobre alguns apectos da manutenção de equipamentos que estão meio à deriva. Beijo, obrigada pelo comentário!

  2. Marcia vc já esteve no Sesc Piatã em Salvador? Em caso de positivo me conte as suas impressões. Estarei indo pra lá em Março.
    Doutra vez ia me hospedar no Sesc de Fortaleza e desisti só de ler o seu post rs

  3. Oi Marcia.

    Estarei embarcando para SSA domingo, espero profundamente que o SESC Piatã seja de boa qualidade rs. Quando retornar de viagem passo por aqui e te conto.

    Abraços

  4. Oi Luciana, não é a primeira vez que entro no seu blog, ele é muito util. Tb fomos fãs de viajar para os sescs, já estivemos em João Pessoa (depois de reaberto), Gramado, Petrópolis, Poços de Caldas e Bertioga. Se precisar de algum comentário de algum desses é só falar. Queria saber se vc pode me indicar esse imóvel onde vc ficou em bertioga, tb preciso ir pra lá usando o esquema de balneário e preciso dormir uma noite, pq estamos indo com criança pequena. Obrigada, desde já! Paola

  5. Oi Paola, se puder contar um pouquinho como é o Sesc Gramado agradeço, tem gente no blog perguntando sobre essa unidade, mas não conheço. Abraços!

  6. Marcia, posso sim. Sem dúvida o Sesc de Gramado é uma ótima opção, tudo muito limpo e organizado. Os Quartos muito confortáveis, possuem calefação (diminui a sensação de frio da serra, os hotéis bons de gramado tem esse sistema), banheiro com chuveiro a gás e para quem vai com bebê disponibilizam bercinho e banheira. Além disso tem sala de jogos (nada muito grande, mas com mesa de ping pong e sinuca), piscina aquecida (muuuito boa por sinal e que fica aberta até tarde. Tem um parquinho no fundo também, muito gostoso para os pequenos. As refeições são ótimas, o café da manhã está incluso e o almoço e o jantar é 10 reais por pessoa, considerando que em gramado é tudo muito caro, comer no sesc é uma ótima pedida, a comida é diversificada, saborosa e sempre tem umas 3 opções de sobremesa (quando fomos só comemos lá). O Sesc Gramado não fica no centro de Gramado, e não dá pra ir a pé, mas tem onibus que passa em frente, muito tranquilo. Apesar de não estar no centro está bem localizado, fica em frente ao Hollywood dreams cars, ao lado da fabrica da prayer (que na minha opinião é um, se não o melhor, chocolate de gramado). Qundo fomos descemos no aeroporto de Porto Alegre, alugamos carro e fomos pela rota romântica. Aconselho alugar carro, dá pra conhecer melhor os infindáveis pontos turisticos da cidade. Agora, marcia, caso vc queira alguma fotografia posso mandar no seu e-mail. Não sei se ajudei, se tiver alguma duvida especifica pode mandar por e-mail e vc mesma posta aqui! um beijo!

  7. Olga Maria Bortkevicz Martins

    Hoje clicando em Balneario descobri o seu link, adorei e vou sempre entrar nele para descobrir novidades, vou acrescentar uma indignação do Sesc Bertioga realmente o tempo de espera na recepção é muito longo tanto para o balneario qto para a estadia e uma coisa que não entendo é porque se cobra estacionamento qdo nos hospedamos?Esquisito , lá tem umas regras bem ridículas , já tive que andar da portaria ate o balneario à pé com minha mãe de 84 anos pois não deixaram ir de carro até lá ,ficamos sem entender.
    Estou escrevendo tb para pedir o telefone da pessoa que aluga casa por lá pois cada vez fica mais dificil conseguir vaga para hospedagem.Obrigada. 26/02/2013.

    • Olá Olga. A intenção do Sesc Bertioga é que as pessoas entrem em um ritmo diferente de quando estamos na cidade, por isso a obrigatoriedade de se andar a pé na unidade. E acho bom que seja assim, os caminhos são mais usufruídos, o tempo fica mais alargado e entramos obrigatoriamente em outro ritmo. No começo estranhei, mas depois percebi a intenção e passei a gostar. Meu trabalho não me proporciona grandes caminhadas no dia a dia, portanto, quando vou para lá, estou realmente em outro ritmo de vida. Mas acho que há exceções, como a da sua mãe (e qualquer outra pessoa com mobilidade reduzida) e o Sesc deveria pensar numa solução para casos assim. Eu não saberia de pronto sugerir algo (o Sesc disponibilizar uma cadeira de rodas? não tenho certeza se funcionaria). Acho que vale uma dica para vc Olga: um dos canais que funcionam no Sesc (em qq unidade) é o canal da Ouvidoria (ou Fale Conosco). Esses emails geralmente vão diretor para a diretoria da unidade e quase sempre são respondidos. Faça esse caminho e leve sua indignação à frente. Vou te mandar por email o telefone do Sr. Manuel que aluga uma casa pertinho do Sesc Bertioga. Abraços!

  8. ola Costumo me hospedar no sesc Bertioga, e gostaria do endereço e telefone das alternativas de hospedagens, já estive no sesc Piatã mas não como hospede e sim visitante é tudo muito simples a comida é bandeijão não tem variedades é como se fosse refeitório de empresa um funcionário que te serve é bem básico nada típico,mas observei que o local da galera que vai se hospedar é diferente ,mas infelizmente não deu pra ver.
    Se alguem conhece o sesc de Campos do Jordão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s